Fale conosco


Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home2/algodoal/public_html/casabarradouna.com.br/plugins/content/fcomment/fcomment.php on line 43

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home2/algodoal/public_html/casabarradouna.com.br/plugins/content/fcomment/fcomment.php on line 60

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home2/algodoal/public_html/casabarradouna.com.br/plugins/content/fcomment/fcomment.php on line 63

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home2/algodoal/public_html/casabarradouna.com.br/plugins/content/fcomment/fcomment.php on line 65

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home2/algodoal/public_html/casabarradouna.com.br/plugins/content/fcomment/fcomment.php on line 72

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home2/algodoal/public_html/casabarradouna.com.br/plugins/content/fcomment/fcomment.php on line 104


Em atendimento à reivindicação dos moradores, a Prefeitura de São Sebastião iniciou, nesta segunda-feira (18), a construção em caráter emergencial de uma passarela sobre o rio Una, em Barra do Una, na Costa Sul do município.

barra do una ponte

O serviço é executado pela Secretaria das Administrações Regionais (Seadre), por meio dos servidores lotados nas Regionais Juquehy e Boiçucanga, e deve ser concluído em até 25 dias.

Na semana passada, o prefeito Ernane Primazzi recebeu representantes do bairro para debater a situação da travessia com a comunidade. O antigo equipamento de madeira de aproximadamente 65 metros de comprimento foi arrastado pela correnteza em função da forte chuva que atingiu a região no final do mês de fevereiro.

O incidente dividiu o bairro e gerou muitos transtornos aos moradores, os quais precisam se locomover pela rodovia Rio-Santos.

Para amenizar o problema, o Iate Clube de Barra do Una cedeu uma pequena embarcação, já uma das marinas emprestou o motor e a Regional Juquehy remanejou um servidor para fazer a travessia de quem precisa sobre o rio.  

De acordo com o prefeito, uma ponte metálica ou de concreto será construída no local. Os recursos já estão separados e o investimento, que já tem a planta baixa, será executado com verba própria municipal. “Isso vai garantir a conclusão sem a necessidade de ficar esperando recursos do Estado”, afirmou o prefeito, na ocasião, referindo-se às pontes 2800 e Beco 70, em Cambury e Maresias, respectivamente, que até hoje aguardam o repasse de dinheiro prometido pelo governo estadual.

Como a construção da nova ponte demanda tempo, a passarela de madeira é fundamental para a locomoção dos moradores dentro do bairro, principalmente aos pais que têm filhos na creche municipal e também aos estudantes e trabalhadores das marinas.

 

Topo